CintoInflável-ok

Criadora de uma tecnologia de cinto de segurança inflável, a Ford anuncia que está oferecendo o sistema patenteado para empresas e indústrias, incluindo as concorrentes do setor automotivo. Além de ser utilizada em automóveis, a tecnologia também pode ser aplicada em outros meios de transporte, como helicópteros, aviões ou barcos, inclusive de uso militar.

Projetado para reduzir as lesões na cabeça, no pescoço e no tórax dos passageiros de trás (principalmente crianças e idosos, que são mais vulneráveis a esse tipo de ferimento) os cintos de segurança infláveis combinam o conceito do cinto convencional com o do airbag, oferecendo segurança extra para os ocupantes do veículo.

No dia a dia, os dispositivos infláveis funcionam como os cintos comuns. A diferença, entretanto, acontece em caso de uma colisão. Nesta situação, os dispositivo se abre sobre o tronco e o ombro do passageiro, ajudando a distribuir as forças de impacto em uma área até cinco vezes maior que um cinto convencional. A distribuição da pressão em uma área maior reduz seu impacto sobre o peito, além de ajudar a controlar os movimentos da cabeça e do pescoço. Veja como o sistema funciona no vídeo abaixo.

Atualmente, o cinto de segurança inflável está disponível para os passageiros laterais do banco de trás nos modelos Ford Explorer, Flex e Fusion, além da futura F-150 e dos modelos Lincoln MKT e MKZ.