[wppa type=”slide” album=”204″][/wppa]

A Kia Motors deixou de oferecer no mercado brasileiro as versões de entrada e topo de gama do Picanto. De acordo com a assessoria de imprensa da marca sul-coreana, a limitação das importações impostas pelo regime automotivo Inovar-Auto (a Kia pode trazer ao País 4.800 veículos por ano isentos do imposto de importação) e o maior potencial de competitividade da configuração intermediária foram os motivos para a empresa tomar a decisão.

Equipada apenas com o câmbio automático de quatro velocidades, a versão (identificada no site da montadora pelo código J.369) traz itens de série como ar-condicionado, direção com assistência elétrica, rádio com CD/MP3 e entradas USB e para iPod, rodas de liga leve de 14 polegadas, airbags frontais, freios com ABS, entre outros. O preço sugerido do modelo é de R$ 44.900.

picanto

Em comparação com a variante mais completa, o compacto perde equipamentos de segurança como airbags laterais e de cortina, além de bancos revestidos em couro e teto solar.

O Picanto é equipado com o mesmo motor de três cilindros de 1.0 litro que equipa o Hyundai HB20. No compacto da Kia, o propulsor desenvolve 77 cv de potência com gasolina e 80 cv quando abastecido com etanol.