É possível economizar até 33% de combustível por ano, aponta pesquisa feita pela Ford Europa. Levantamento realizado pela fabricante para conhecer comportamentos ao volante mostra que os motoristas podem economizar muito dinheiro adotando dicas básicas para reduzir o gasto com combustível.

Confira as dicas abaixo:

  • remover o bagageiro do teto pode proporcionar até 20% de economia;
  • pesquisar antecipadamente os postos que ofereçam menor preço pode trazer uma economia de 7%;
  • checar e calibrar os pneus antes da viagem, mais 4%;
  • remover excesso de peso esquecido no carro, até 2%.

Veja também o vídeo simpático que a Ford está usando nas redes sociais para divulgar essas dicas.

Curiosidades

Vale destacar que a pesquisa foi feita com motoristas da França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido para identificar oportunidades de mudança no comportamento de direção. Participaram 5.700 pessoas. Abaixo alguns dados interessantes.

76% não calibram os pneus regularmente

38% nunca removem o bagageiro de teto

18% não pesquisam os preços de combustível

17% sempre carregam itens extras no carro.

71% dos motoristas admitem exceder os limites de velocidade

42% não escolhem as rotas mais econômicas

39% dirigem agressivamente

14% usam o ar-condicionado ligado durante todo o tempo.

A pesquisa mostrou que os motoristas italianos são os mais propensos a deixar itens desnecessários no carro (23%) e também a manter o bagageiro no teto (43%). Cerca da metade afirmou que nunca escolhe a rota mais econômica (49%).

Os motoristas alemães são os que mais correm (89%) e dirigem agressivamente (57%).

Os motoristas franceses são os que menos checam a pressão dos pneus mensalmente (18%). Os motoristas espanhóis são os que mais deixam o ar-condicionado ligado (19%) e cerca de um quarto dos ingleses não pesquisa os preços do combustível.

O levantamento mostrou ainda que, depois de abastecer, até 45% compram outros itens por impulso. Os alemães são os que mais fazem gastos extras (63%), enquanto os italianos gostam de tomar café (28%) e as mulheres britânicas compram chocolate (19%).