[wppa type=”slide” album=”145″][/wppa]

A Nissan inaugurou nesta terça-feira (15) o Complexo Industrial de Resende (RJ), onde produzirá 200 mil veículos e 200 mil motores por ano. A cerimônia contou com as presenças do Governador do Estado do Rio de Janeiro, Luis Fernando Pezão, além do Presidente da Nissan do Brasil, François Dossa, e de seu CEO Global, Carlos Ghosn.

A unidade, que consumiu R$ 2,6 bilhões em investimentos, empregará 4 mil funcionários, sendo a metade de maneira indireta. Inicialmente, a fábrica fluminense produzirá o compacto, batizado de New March, que passou por uma reestilização nos mercados europeu e asiático no ano passado. O modelo será equipado com o motor de 1.6 litro flex, que rende 111 cv de potência com etanol, também fabricado em Resende.

De acordo com Ghosn, “o Complexo Industrial de Resende é fundamental para atingirmos nossos objetivos de crescimento no Brasil, que é o quarto maior mercado do mundo e peça-chave para o nosso desenvolvimento na América Latina”. Segundo o executivo, a meta da montadora é responder por 5% de participação de mercado e liderar entre as japonesas.

New March

A versão brasileira do compacto March que será fabricada no Complexo Industrial de Resende (RJ) terá o mesmo visual do modelo lançado na Europa no ano passado.

As linhas do novo March segue a atual identidade da marca, caracterizada pelos faróis em formato de bumerangue. A traseira ganhou discretos vincos na tampa e no para-choque, enquanto as lanternas foram redesenhadas. Na cabine, a diferença mais notória está no volante, o mesmo utilizado no sedã médio Sentra, e nas saídas do ar-condicionado, que estão retilíneas.

Sob o capô, o March nacional levará o bloco de 1.6 litro de 16 válvulas flex, que rende 111 cv de potência com etanol. As versões 1.0 continuarão a ser importadas do México, sendo que a configuração de entrada manterá o visual antigo.

Os preços da linha 2015 do March serão divulgados pela Nissan apenas na ocasião do lançamento oficial.

Versa

O sedã, que compartilha a plataforma V com o March, será produzido no Complexo a partir do segundo semestre deste ano. Atualmente, o modelo é importado do México.

Viagem a convite da Nissan.