suspensao-cuidados

A estabilidade e conforto de rodagem de um carro são garantidos, principalmente, pelo sistema de suspensão. Composto por uma série de itens, o conjunto necessita de manutenção a cada 10.000 quilômetros, já que suas peças podem apresentar desgaste irregular.

Mesmo antes de atingir a quilometragem recomendada, caso o condutor perceba ruídos anormais vindos da suspensão, falta de estabilidade ou desgaste irregular dos pneus, a orientação é levar o veículo para uma oficina especializada.

Para ajudar você a não vaciliar com a suspensão e evitar a diminuição da vida útil do conjunto, siga as oito dicas abaixo, listadas pelo engenheiro de serviços da Dpaschoal, Leandro Vani.

  • Faça as revisões periódicas a cada 10.000 km, pois as peças que compõem o conjunto sofrem desgaste irregular.
  • Evite transpor obstáculos (lombadas e valetas) com velocidade acima do recomendado. Isso pode gerar danos imediatos.
  • Não deixe de levar em consideração ruídos vindos da suspensão. Caso perceba algo diferente, leve o carro a uma oficina de sua confiança.
  • Nunca deixe de substituir os componentes danificados. Itens com problema podem comprometer outras peças, além de afetar a estabilidade e o desgaste dos pneus.
  • Fique atento para mudanças na estabilidade do veículo. Isso pode ser um sinal de que há algo errado, o que compromete a segurança.
  • Preste a atenção ao desgaste dos pneus. Se estiver irregular, o veículo pode “rolar” mais, aumentando o peso em um dos lados do carro e forçando a suspensão.
  • Evite excesso de peso. Isso diminui a vida útil dos componentes da suspensão e força outras partes do carro, como pneus e motor, podendo também aumentar o consumo de combustível.
  • Evite transitar com o veículo em estradas com piso irregular com frequência. Os impactos constantes desgastam e exigem mais das suspensões.