20130426103424_Guarani

A Iveco, fabricante de veículos pesados do Grupo Fiat, entregou na última segunda-feira (24) o primeiro lote do Guarani, um blindado desenvolvido em parceria com o Exército Brasileiro. Avaliado em cerca de R$ 2,9 milhões, o modelo é o primeiro veículo desse tipo a ser projetado pela empresa italiana fora da Europa.

As primeiras 13 unidades (de um total de 86) do Guarani serão destinadas ao 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Cascavel (PR). De acordo com a Iveco, os veículos serão utilizados em patrulhas de controle de fronteira e treinamentos militares.

Medindo aproximadamente 7 metros de comprimento e pesando mais de 18 toneladas, o Guarani tem a capacidade de superar terrenos alagados e transportar até 11 militares (oito soldados, um atirador e o piloto). Apesar do peso, o veículo atinge a velocidade máxima de 110 km/h.

De acordo com o Ministério da Defesa, o blindado será equipado com metralhadoras de calibres ponto 50 e 7.62 milímetros, além de canhões de 30 mm. O armamento, entretanto, pode variar de acordo com a configuração do veículo (são cerca de dez, segundo a Iveco).

O Guarani conta ainda com GPS, visão noturna, blindagem à prova de minas terrestres, sistema automatizado de pressão dos pneus, suspensões independentes para cada uma das seis rodas, ar-condicionado com filtros contra armas químicas, biológicas e nucleares, entre outros equipamentos.