Esportivos nacionais. Uma seara – infelizmente – inexplorada no mercado brasileiro nas últimas duas décadas. As marcas alegam que seriam muito caros (essa, definitivamente, não é uma boa razão por aqui), com altos valores de seguro e revenda difícil. Não faz sentido.

Mas nas décadas de 70, 80 e 90 a história era bem diferente. Já falei aqui na coluna sobre alguns deles e nessa semana vamos conhecer um dos mais divertidos. O Vectra GSi chegou com pedigree europeu e um excelente conjunto mecânico, além do estilo realçado pelas rodas de 15 polegadas.

[wppa type=”slide” album=”24″][/wppa]

O motor de 2 litros, 150 cv e torque de 20 kgfm garantia ótimas respostas, mesmo em baixas rotações, e se tornou seu grande trunfo. Os primeiros 100 km/h eram atingidos em 9,2 segundos, enquanto a velocidade máxima era de 207 km/h.

Esses números garantiram a ele o posto de mais rápido do país, segundo a Revista Quatro Rodas. O coeficiente aerodinâmico baixíssimo (C20XE) era um dos responsáveis pela ótima performance. E assim a sigla GSi se tornou mítica entre os entusiastas da Chevrolet.
 
+Quer mais vídeos? Assine o Canal do Carsale no Youtube!