etioscrossavaliacao_abre

Inaugurado no final da década de 1990 com a Fiat Palio Weekend Adventure, o segmento de aventureiros urbanos ganhou mais um integrante em novembro do ano passado. De olho na boa aceitação dos modelos da concorrência, a Toyota decidiu entrar no grupo com o Etios Cross, a versão com fantasia fora-de-estrada do compacto fabricado em Sorocaba (SP). Custando a partir deR$ 46.790, o hatch é baseado na versão topo de gama XLS com motorização de 1.5 litro (R$ 43.690).

De acordo com a própria Toyota, o Etios Cross mira os clientes dos bem-sucedidos (e igualmente caros), Hyundai HB20X (a partir de R$ 48.755), Renault Sandero Stepway (R$ 44.790) e dos Volkswagen CrossFox (R$ 52.550) e Gol Rallye (R$ 48.350). Os rivais, entretanto, oferecem transmissões automática ou automatizada como opcional, fazendo o carro da marca japonesa entrar na briga em desvantagem.

Além da controversa roupagem aventureira, o Etios Cross sai de fábrica equipado com airbags frontais, freios com ABS (anti-travamento) e EBD (distribuição eletrônica de frenagem), direção com assistência elétrica, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico (na configuração XLS a regulagem dos espelhos é manual), faróis de neblina, rádio com CD player, MP3 e entrada USB, entre outros itens. As rodas de liga leve de 15 polegadas têm desenho exclusivo.

[wppa type=”slide” album=”65″][/wppa]

Carroceria

Assim como os demais modelos de proposta aventureira, o Etios Cross possui o visual ornamentado com muitas peças plásticas. Grade frontal com desenho próprio, para-choques redesenhados, apliques nas laterais e caixas de roda, além de barras longitudinais no teto, deixam o compacto com uma aparência um tanto robusta, porém exagerada. Do lado de dentro, as mudanças ficaram limitadas ao nome da versão bordado nos bancos.

Interior

Um dos, senão o principal, motivos de críticas do Etios é o acabamento. Ao entrar no hatch é impossível acreditar que o modelo seja tabelado a quase R$ 47 mil. Embora tenha recebido melhorias na linha 2014 – como apliques em plástico preto brilhante no painel e nos puxadores das portas -, o compacto ainda apresenta materiais de qualidade inferior aos utilizados pelos rivais. Algumas peças têm parafusos aparentes e faltam mimos, como computador de bordo, travamento automático das portas e vidros com função “um-toque” ao menos para o motorista. A Toyota, no entanto, acertou ao disponibilizar no modelo o volante de base achatada com comandos do som e revestido em couro do Corolla. Apesar da simplicidade, a cabine recebe bem quatro adultos.

Comportamento

Criado apenas para chamar a atenção, o Etios Cross não recebeu nenhuma alteração mecânica em relação às demais versões. A suspensão não foi elevada e os pneus não são de uso misto. Apesar de a proposta da configuração ser somente visual, o modelo encara bem o ambiente urbano.

O motor de 1.5 litro de 16 válvulas desenvolve 92 cv de potência com gasolina e 96,5 cv quando abastecido com etanol e entrega 13,9 kgfm de torque a 3.100 rpm com qualquer um dos combustíveis no tanque. O propulsor trabalha em sintonia com o bem escalonado câmbio de cinco velocidades e garante agilidade ao compacto no trânsito da cidade. Na estrada, o Etios Cross também vai bem e mostra esperteza em retomadas de velocidade sem a necessidade de constantes reduções de marcha por conta da boa elasticidade do motor.

etioscrosscolagem1

Segundo as medições do tradicionaltesteCarsale-Mauá, realizado pelo Instituto Mauá de Tecnologia (IMT), o Etios Cross cumpriu aprova de aceleração em 13,20 segundosabastecido com gasolina e em 11,67 segundos quando abastecido com etanol. O consumo urbano foi de12 km/l com o derivado de petróleo e 9,8 km/l com o combustível vegetal. As médias em trecho rodoviário foram de16 km/l e 12,5 km/l, com gasolina e etanol, respectivamente.

A suspensão tem calibragem adequada para o piso das ruas brasileiras e mostra boa firmeza em curvas, sem deixar o carro desconfortável.

O Etios Cross é mais uma opção em um segmento em que o principal fator é ser o centro das atenções no trânsito das grandes cidades. Embora seja uma novidade, o modelo manteve as virtudes e defeitos das demais versões da família: um carro muito bom de dirigir, com conjunto mecânico bem ajustado, porém com um visual que pode fazer uns e outros torcerem o nariz.

Ficha Técnica

Etios Cross
Motor
1.5 16V DOHC T-Flex
Cilindrada (Cm³)
1.496
Potência (Cv)
92 (gasolina)/96,5 (etanol)
Torque (Kgfm)
13,9 a 3.100 rpm
Câmbio
Manual de cinco marchas
Comprimento (m)
3,89
Largura (m)
1,73
Altura (m)
1,54
Entre-Eixo (m)
2.460
Porta-Mala (l)
263
Suspensão
Independente, do tipo McPherson no eixo dianteiro e semi-independente, com eixo de torção no traseiro
Freios
Discos ventilados na dianteira e tambor na traseira, com ABS e EBD
Tanque (l)
45
Preço (R$)
R$ 46.790
Taxa de Compressão
12,1:1
Rodas
Liga leve de 15 polegadas
Direção
Eletro-assistida
Tração
Dianteira