fcv-toyota-ok_abre

A Toyota confirmou para 2015 a estreia do modelo que “vai mudar o mundo”, segundo Bob Carter, vice-presidente de vendas da marca nipônica. Trata-se do FCV (Fuel Cell Vehicle), movido a hidrogênio e, portanto, zero emissão de poluentes.

A fabricante nipônica, inclusive, fez questão de exibir o atual carro-conceito ao lado de um dos exemplares que estão rodando pelo mundo em testes para serem aprimorados.

toyota-fcv-conceito

De acordo com a Toyota, o FCV é capaz rodar até 500 quilômetros. Já o procedimento de recarga impressiona: leva apenas três minutos. Em termos de desempenho, ele promete acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 10 segundos e atingir velocidade de cruzeiro um pouco superior.

O modelo dotado da tecnologia de célula de combustível possui dois tanques de hidrogênio de alta pressão, uma bateria de 21kW e um sistema Hybrid Synergy Drive – o sistema de propulsão cabe embaixo dos assentos. Ainda segundo a Toyota, com o “tanque” cheio, o veículo pode fornecer eletricidade suficiente para satisfazer as necessidades diárias de uma casa japonesa média (10 kWh) por mais de uma semana.

toyota-fcv-gelo

Feito para levar até quatro ocupantes, o FCV mede 4,87 metros de comprimento, 1,81 m de largura, 1,53 m de altura e 2,78 m de entreeixos.

A Toyota promete fornecer 20 estações de abastecimento de hidrogênio nos Estados Unidos até 2015 e aumentar essa quantidade para 40 em 2016. Tudo isso terá foco, principalmente, no sul da Califórnia, onde ele será lançado em primeira mão.

O preço do FCV ainda é um assunto incerto. O que a fabricante japonesa adianta é que os custos de produção do modelo variam de US$ 50 mil a US$ 100 mil (cerca de R$ 117 mil e R$ 235 mil, respectivamente). Com a produção em larga escala os valores naturalmente serão reduzidos.