Levar animais de estimação para andar de carro pode ser divertido. Mas nem tudo é brincadeira. Transportá-los exige certos cuidados.

Você sabia que acomodá-los de maneira inadequada no veículo pode ser um perigo tanto para o animalzinho quanto para todas as pessoas que estão no carro? Já ouviu falar que o transporte incorreto de animais pode gerar multa e pontos na carteira? Pois é, para se livrar dos prejuízos no bolso e evitar acidentes é preciso seguir a lei. Confira tudo no vídeo especial.

O que diz a lei

O Código Brasileiro de Trânsito diz que dirigir o veículo e transportar animais à sua esquerda ou entre os braços e pernas é infração média. Neste caso, o motorista está sujeito a uma multa é de R$ 85,13 e mais quatro pontos na CNH.

A situação piora se o animal estiver sendo transportado em partes externas do veículo – salvo em casos devidamente autorizados. Esta ação é considerada infração grave, sendo que a multa é de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira.

A solução é…

Equipamentos de segurança próprios para animais já estão à venda no mercado. Entre eles estão a cadeirinha especial ou assento, que deve ser fixada no cinto de segurança do banco traseiro; a caixa de transporte (de plástico ou fibra), que deve ser acomodada sobre o banco traseiro ou no porta-malas do veículo (nos que têm compartimento de bagagem integrado à cabine, como hatches e peruas) – sempre presas com o cinto de segurançça para não se deslocarem em freadas ou nas curvas – e o cinto de segurança para pets, vendido com medidas e capacidade de peso de acordo com cada espécie ou tamanho de animal.

Se houver dúvida de qual escolher, pergunte no seu pet-shop preferido ou a um veterinário. O importante é garantir a segurança do seu amigão e de todo mundo que está no carro!

Aprenda a levar seu animal no carro de maneira segura