Compacto recebe a primeira reestilização quatro anos após o seu lançamento; modelo custa a partir de R$ 42.990 e conta com série especial Effect

Chevrolet Agile chega redesenhado em versão única à linha 2014

Lançado em 2009, e com mais de 225 mil unidades vendidas desde então, o Chevrolet Agile passa pela sua primeira reestilização e ganha uma série especial para aumentar a sua competitividade no mercado, que ganhou neste ano importantes concorrentes (como Ford New Fiesta e Peugeot 208) na faixa de preços em que o hatch fabricado na Argentina está posicionado.

Na linha 2014, o Agile será vendido apenas na configuração LTZ (a partir de R$ 42.990), que serve de base para a edição Effect (parte de R$ 44.940), "criada para diferenciar e destacar a esportividade do compacto dentro de um mercado com grande volume de modelos", segundo Hermann Mahnke, responsável pelo Marketing da General Motors. 

O Agile LTZ tem como equipamentos básicos ar-condicionado, direção hidráulica, airbags frontais, freios com ABS, piloto automático, luzes de neblina, rodas de liga leve de 16 polegadas, sistema de áudio com rádio AM/FM/CD/MP3/USB, entre outros itens.

Motivo de discussões desde o lançamento do carro, o design do Agile foi recebeu discretos, porém pontuais, retoques. Os para-choques foram redesenhados, assim como os faróis, lanternas e o grafismo do painel de instrumentos (inspirado no do Camaro). A cabine agora passa a ser montada com elementos em apenas uma tonalidade e conta com um volante de base achatada. O departamento de Design da GM ainda trabalhou em conjunto com a Engenharia para que fosse adotado o novo conjunto de rodas de liga leve de 16 polegadas (antes eram de 15 polegadas).

O motor continua sendo o EconoFlex de 1.4 litro de 8 válvulas, que rende 97/102 cavalos de potência (gasolina/etanol) e 13,2/13,5 kgfm de torque. No entanto, o propulsor passa a trabalhar com transmissões, manual e automatizada Easytronic de cinco marchas, retrabalhadas. Ambas receberam melhorias na sincronização e na relação das velocidades, enquanto a robotizada passa a contar com aletas de trocas atrás do volante.  De acordo com a fabricante, transmissão Easytronic responderá por cerca de 8% do volume de vendas.

Os preços da linha Agile 2014 são os seguintes:

Agile LTZ: R$ 42.990

Agile LTZ Easytronic: R$ 45.490

Agile LTZ Effect: R$ 44.940

Agile LTZ Effect Easytronic: R$ 47.440

Impressões

A General Motors promoveu o teste-drive do Agile 2014 em seu campo de provas localizado em Indaiatuba (SP), onde foi possível rodar com o carro em pistas que simulam as principais condições de rodagem das ruas e estradas brasileiras, como asfalto esburacado, piso de paralelepípedo e trechos sinuosos. Logo de cara deu para notar que as melhorias deixaram o câmbio bem mais agradável de ser operado por conta dos engates mais macios e precisos. O motor é adequado à proposta do compacto, com retomadas mais espertas devido ao "upgrade" na transmissão, porém sem entregar desempenho empolgante. O sistema de suspensão tem acerto voltado ao conforto, mas poderia ser um pouco mais firme em curvas.

Já a configuração equipada com o câmbio Easytronic ficou mais agradável e confortável de se conduzir. A caixa automatizada evoluiu consideravelmente por executar trocas menos perceptíveis e praticamente sem trancos em relação à geração anterior. O sistema "estica" um pouco as marchas antes de realizar as mudanças para aproveitar a força do motor em giros na faixa dos 3 mil rpm.

O Chevrolet Agile recebeu melhorias consideráveis no que diz a respeito de estilo e, principalmente, tecnicamente. A transmissão retrabalhada é o principal destaque do hatch. O que pesa contra o modelo é o fato de estar posicionado em uma faixa de preços onde compactos de desenho mais atraente e pacote de equipamentos semelhantes também atuam.

Sonic também ganha série Effect

Para atender aos clientes, que pediam por opções de customização do modelo, o Sonic hatch também ganhou a série Effect  (baseada na variante LTZ automática), com preço sugerido de R$ 58.490. Motivo de discussões desde o lançamento do carro, o design do Agile foi recebeu discretos, porém pontuais, retoques. A motorização de 1.6 litro flex de 120 cv não foi alterada.

Viagem a convite da General Motors do Brasil.

[wppa type=”slide” album=”11810″][/wppa]