Nissan-Leaf_abre

As quatro maiores montadoras do Japão – Toyota, Nissan, Honda e Mitsubishi – assinaram um acordo para trabalharem juntas na instalação de sistemas de carregamento de carros elétricos e híbridos no Japão.

Sabendo dos altos custos e da falta de infra-estrutura para criar um serviço de rede de carregamento no país, as montadoras decidiram colaborar para o aumento do número de estações de reabastecimento para popularizar o uso de veículos elétricos. O governo japonês também irá oferecer subsídios para suportar parte do custo das instalações de carregamento.

O Japão tem atualmente cerca de 1.700 pontos de recarga rápida e pouco mais de 3.000 carregadores normais, o que ainda é considerado insuficiente. As montadoras esperam aumentar esses números para 4 mil e 8 mil, respectivamente.

O governo anunciou subsídios de 100,5 bilhões de ienes (aproximadamente R$ 2,3 bilhões) ainda para este ano. A nova medida prevê que até 2020 a venda de automóveis elétricos represente entre 15% e 20% do total de veículos novos no Japão.