Novo modelo da marca tem atributos para incomodar rivais e brigar pela liderança do segmento

Onix é a nova cara da Chevrolet entre os compactos

Já apresentado anteriormente em uma avant-première e no Salão do Automóvel de São Paulo, o maior lançamento da General Motors do Brasil nos últimos anos foi mostrado em detalhes em um evento realizado na cidade de Bento Gonçalves (RS). Montado na cidade gaúcha de Gravataí, o compacto chega para substituir a segunda geração do Corsa e será responsável pelo maior volume de vendas entre os modelos recém-lançados pela marca.

Com preços que vão de R$ 29.990 a R$ 41.990, o Onix é oferecido nas motorizações flex de 1.0 litro e 1.4 litro, em três versões (LS, LT e LTZ), que já saem de fábrica com airbag duplo, freios com ABS e EBD e direção hidráulica. O modelo já está sendo distribuído à rede de concessionárias e a marca espera comercializar cerca de 12 mil unidades mensais a partir de fevereiro ou março do ano que vem. No primeiro semestre de 2013, a configuração topo de linha, a LTZ, ganhará tamém uma nova opção de câmbio, o automático de seis velocidades, como o sedã Cobalt e a perua Spin.

O Onix compartilha a plataforma global para veículos pequenos GSV com Cobalt, Sonic e Spin, o que confere uma distância entre-eixos de 2,53 metros. O compacto mede 3,9 metros de comprimento, 1,7 m de largura, 1,42 m de altura. As dimensões garantem um bom espaço para até quatro adultos. O acabamento interno é predominantemente em plástico (com alguns discretos elementos cromados), mas de boa qualidade ao toque e sem rebarbas ou peças mal encaixadas. O porta-malas tem capacidade de 280 litros. Apenas 20 litros a mais que o do Celta, por exemplo.

A motorização, batizada de SPE/4, é uma evolução dos já conhecidos motores VHC-E e Econoflex. O bloco de 1.0 litro desenvolve 78 cavalos de potência com gasolina e 80 cv com etanol. Já a de 1.4 litro rende 98cv com o derivado de petróleo e 106 cv com o combustível de origem vegetal. De acordo com a General Motors, o propulsor recebeu melhorias, como novo coletor de admissão, isolamento acústico na tampa de válvulas e bobinas individuais (como no V8 do Camaro), visando economia de combustível e menores emissões. A montadora afirma que os propulsores disponibilizam 90% do torque a partir dos 2.300 rpm.

A transmissão de cinco velocidades, acionada por cabos, ficou mais leve devido a adoção de peças em alumínio e plástico e recebeu sincronizadores triplos. Com engates curtos e precisos, o sistema é um dos destaques do carro.

O Carsale avaliou a versão topo de linha LTZ, dotada de motor de 1.4 litro, em rodovias do estado do Rio Grande do Sul. Com três ocupantes, porta-malas cheio e ar-condicionado ligado, o compacto  demonstrou disposição para encarar o percurso, exigindo reduções de marchas apenas no trecho de subida da serra gaúcha. A suspensão tem boa calibragem e transmite firmeza nas curvas, sem ser rígida demais para filtrar as imperfeições do piso. Já o sistema de direção com assistência hidráulica responde muito bem aos comandos do volante de boa empunhadura.

Com visual marcante, conjunto mecânico bem acertado e pacotes de equipamentos com preços competitivos, o Onix tem tudo para incomodar (e muito) o Volkswagen Gol, líder de vendas do segmento há 25 anos, e os também novatos Hyundai HB20 e Toyota Etios. O novo carro da Chevrolet conta com três anos de garantia e, com certeza, vai embaralhar a cabeça de quem pensa em adquirir um compacto zero quilômetro mas ainda não tem uma escolha consolidada.

Confira as versões e preços do Chevrolet Onix:

LS 1.0: câmbio manual de cinco marchas, direção hidráulica, rodas de 14 polegadas, airbag duplo e freios com sistema antitravamento (ABS) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD). Preço: R$ 29.990.
LT 1.0: além dos itens da versão LS, adiciona vidros dianteiros, travas e tampa do porta-malas com acionamento elétrico. Oferece outros pacotes de opcionais. Os preços vão de R$ 31.690 a R$ 34.990.
LT 1.4: pacote igual ao do LT 1.0, mais rodas de 15 polegadas e máscara negra nos faróis. R$ 35.290.
LTZ 1.4: conjunto semelhante ao do LT 1.4, com o acréscimo de ar-condicionado, computador de bordo, sistema My Link (tela de sete polegadas sensível ao toque que comanda os sistemas de áudio e telefonia, além de GPS que deve ser baixado pelo proprietário), faróis de neblina e rodas de liga leve de 16 polegadas. Os preços começam em R$ 41.990.

Viagem a convite da General Motors do Brasil

[wppa type=”slide” album=”10127″][/wppa]