Engenheiro da GM responsável pelo projeto afirma que além de novo visual, a sexta geração do modelo, a ser lançada em 2015, chegará também mais leve

Próxima geração do Camaro será mais leve

Carsale – A Chevrolet trabalha na nova geração do Camaro, que será lançada em 2015. E já existem novidades relacionadas ao tema. Em entrevista ao site Automotive News, o engenheiro-chefe do projeto, Al Oppenheiser revelou alguns detalhes sobre a atualização do cupê. Em relação ao visual do modelo sucessor, o executivo ressaltou que a missão de redesenhar o carro não é fácil, inclusive porque seu estilo é considerado bem sucedido entre os consumidores. Por outro lado, admitiu que outro desafio a ser enfrentado é a redução do peso do veículo. A ideia é que o modelo receba além da atualização estética, melhorias para se tornar mais leve e eficiente. Informações técnicas a respeito da novidade não foram reveladas até o momento.

Enquanto isso, seu principal rival também corre contra o tempo para poder sair na frente. A nova geração do Ford Mustang está prevista para chegar antes, em 2014. Tudo foi pensado para que a estreia aconteça no ano em que o modelo completará 50 anos. Informações repercutidas por alguns concessionários da Ford dão conta que a inspiração para o sucessor virá do modelo original, de 1964 – vale lembrar que o Camaro só surgiria dois anos mais tarde, em 1966. Outras especulações indicam que ele será mais curto e leve que a versão atual.

Rivalidade: Camaro x Mustang

E quando o assunto é participação de mercado, ultimamente o Camaro tem saído na frente. No último ano, o modelo da Chevrolet acumulou 42% de participação no segmento de cupê de tração traseira, superando o Ford Mustang, Dodge Challenger e o Hyundai Genesis.

As vendas do Camaro chegaram a 88.249 unidades, contra 70.438 do Mustang. Já o Challenger somou 39.534, enquanto o Genesis chegou a 32.998 exemplares, porém levando em conta o modelo cupê e o sedã.

Veja também:

Mustang 2014 será uma volta ao modelo de 1964

Camaro supera Mustang novamente em vendas