Sedã de luxo recebe melhorias

BMW Série 7

Lançado no Salão de Frankfurt (Alemanha)em setembro de 2001o novo sedã de luxo BMW Série 7 recebe retoques visuais e uma série de melhorias. As mudanças estéticasapesar de discretasdeixaram o carro com estilo mais atraentemas mantiveram as linhas nada discretas traçadas pela equipe chefiada pelo polêmico Christopher Bangleque temhá um anoAdrian van Hooydonk como braço direito. Entre as novidades também há como destaque o novo motor V8 4.8 e novos equipamentos.

É quase imperceptível que o pára-choque dianteiro recebeu entradas de ar com novo formato. A mudança que deve ser percebida com mais facilidade está na traseira. As lanternas passaram a ter prolongamentos na tampa do porta-malas acompanhados de um friso cromado. Apesar de continuar com praticamente o mesmo desenhoo aerofólio traseiro ficou um pouco mais baixo. Não há como notarmas a bitola do eixo traseiro foi alargada em 14 milímetros. Para completarsão oferecidas novas rodas de aro 18 ou 19.

Montada na estrutura do Série 7a suspensão de alumínio foi recalibrada e com sistema eletrônico que evita a rolagem da carroceria nas curvas. Nas versões 760i/L e 750i/Lainda há como escolher pelo modo esportivoindicado para manter o carro firme no chãomas com ligeira perda de absorção das irregularidades do piso. Como item de segurançaagora todos os Série 7 vêm com luzes de freio que ficam mais intensas em caso de frenagens bruscasalém de faróis com lavadores e lâmpadas de xenônio. Os faróis direcionaiscomo os da Série 5passam a ser oferecidos como opcional.

Internamenteo sedã de luxo alemão tem apenas alguns detalhes como novidade. Uma delas é a tela de cristal líquido que pode receber programação de TV digital. Outra é o sofisticado sistema iDrive teve sua operação simplificada quando a intenção do usuário é acessar o sistema de som. Além disso o CD player pode reproduzir músicas gravadas em formato MP3 e o equipamento de telefonia também permite ter acesso à internet em todas as versões. Para dar um toque de esportividadevelocímetro e contagiros ganharam fundos amarelados.

Além das cinco opções de motor já existenteso novo Série 7 ganhou um novo V8 4.8 que entra no lugar do 4.4. Esse novo propulsor é capaz de gerar 367 cavalos (10% a mais que os 333 cv do 4.4) e 50 kgfm de torque a 3.500 (ante 45,9 kgfm do V8 que sai de cena). Com issosegundo a BMWa aceleração de 0 a 100 km/h agora é feita em 6,8 segundos (quase um segundo antes do V8 4.4). Mas a velocidade máxima continua sendo de 250 km/hlimitada eletronicamente.

[wppa type=”slide” album=”3331″][/wppa]